ESQUECEU-SE DA PALAVRA-PASSE?


Continuar com o login

ATIVAR CONTA


Voltar
OR
Cientista a segurar um dispositivo IQOS branco

O que dizem os mais de 30 estudos independentes sobre o aerossol do IQOS

Mais de 8 milhões de pessoas em todo o mundo utilizam o IQOS, um dispositivo eletrónico que permite o consumo de tabaco em alternativa aos cigarros.

Devido à sua tecnologia inovadora, o IQOS aquece o tabaco em vez de o queimar. Por não haver combustão, o IQOS é uma alternativa passível de apresentar menor risco de nocividade - a investigação conduzida até à data demonstra que o IQOS emite 95% menos químicos nocivos quando comparado com os cigarros [1]. Estes são dados que resultam não só da nossa investigação, mas já de diversos estudos conduzidos por laboratórios independentes e institutos governamentais de investigação que confirmam alguns elementos da nossa pesquisa científica.

O que os estudos independentes dizem sobre o IQOS?

Conheça parte da evidência científica que resulta atualmente de mais de 30 estudos independentes realizados por laboratórios independentes e institutos governamentais, em todo o mundo

  • Reino Unido, relatório do Instituto de Saúde Pública da Inglaterra, 2018
    “Por comparação com o fumo dos cigarros, os produtos de tabaco aquecido são passíveis de expor os seus utilizadores e terceiros a níveis inferiores de matéria particulada e de constituintes nocivos e potencialmente nocivos. (…)”
    Ler estudo completo
  • Comité de Toxicologia do Reino Unido, 2017
    [É] provável que haja um risco reduzido, ainda que não risco zero, para a saúde dos fumadores que mudam completamente para produtos de tabaco aquecer-sem-queimar.”
    Ler estudo completo
  • Holanda: Instituto Nacional de Saúde Pública e Meio Ambiente, 2018
    O uso de sticks de tabaco aquecido com o IQOS é prejudicial para a saúde, mas, provavelmente, menos nocivo do que fumar cigarros.”
    Ler estudo completo
  • Comité Científico Consultivo de Produtos de Tabaco, TPSAC, 2018
    O TPSAC concordou, por votação de 8-1, que “Estudos científicos mostraram que mudar completamente do cigarro para o sistema IQOS reduz significativamente a exposição do corpo a substâncias químicas nocivas ou potencialmente nocivas.”
    Ler estudo completo
  • Agência Americana para a Segurança Alimentar e do Medicamento, Food and Drug Administration, Autorização pré-comercialização de produtos de Tabaco (Premarket tobacco product application - PTMA), 2019
    Após uma revisão científica rigorosa por via da avaliação de pré-comercialização de produtos de tabaco (PTMA), a agência determinou que a autorização desses produtos para o mercado dos EUA é apropriada para a proteção da saúde pública, porque entre outras considerações fundamentais, o produto produz níveis menores ou inferiores de alguns constituintes tóxicos do que os cigarros combustíveis.”
    Ler estudo completo
  • Instituto Nacional de Saúde Pública do Japão, 2017
    “Foram avaliados diversos compostos nocivos (nicotina, condensado, monóxido de carbono e nitrosaminas específicas do tabaco) no fumo e consumíveis do IQOS e comparados com os dos cigarros de combustão convencionais. As concentrações de nicotina nos consumíveis de tabaco e no fumo do IQOS são quase as mesmas que nos cigarros de combustão convencionais, enquanto a concentração de nitrosaminas específicas do tabaco é de um quinto e de CO de um centésimo dos cigarros de combustão convencionais.”
    Ler estudo completo
  • Alemanha: Instituto Federal de Avaliação de Riscos (BfR), 2018
    “Confirma-se aqui, que as reduções de 80-99% dos agentes tóxicos são substanciais (…)”.
    Ler estudo completo

Os estudos independentes confirmam elementos importantes que resultaram da nossa investigação, em particular no que respeita à observação de níveis significativamente menores de constituintes nocivos no aerossol do IQOS quando comparados com o fumo dos cigarros. Apesar de não ser isento de risco, o IQOS é passível de apresentar menor risco de nocividade quando comparado com os cigarros.

Tal como a nossa própria investigação sobre os constituintes do aerossol e seu impacto na saúde, é importante que qualquer estudo independente seja realizado com um grau adequado de rigor científico. As metodologias e os equipamentos utilizados devem ser adequados para a finalidade e validados, e os resultados experimentais devem ser interpretados e relatados de forma exata e não-enganosa.

Tabaco aquecido vs cigarros

Para o consumo de cigarros é necessária combustão – o tabaco dos cigarros é queimado a uma temperatura superior aos 800°C e produz fumo que contem níveis elevados de substâncias químicas nocivas. O IQOS, ao contrário, é um produto da categoria “aquecer-sem-queimar”, ou seja, não queima, mas apenas aquece o tabaco a temperaturas inferiores a 350°C. Como não há combustão, os níveis das substâncias químicas nocivas presentes no aerossol do IQOS são significativamente reduzidos, comparativamente com o fumo dos cigarros.

O elemento chave do IQOS reside na sua tecnologia HeatControl™, a qual, por via de uma lâmina de aquecimento que se encontra no interior do dispositivo e é controlada eletronicamente, aquece o tabaco apenas o suficiente para libertar um vapor de tabaco que contém nicotina. O aerossol libertado dissipa-se mais rapidamente do que o fumo dos cigarros, e permite ao utilizador a experiência de consumo de tabaco sem combustão, e consequentemente sem fumo. A ideia de aquecer o tabaco não é nova, o que é realmente revolucionário é o sistema de aquecimento do tabaco, resultado de 10 anos de investigação, que faz com que o IQOS seja uma melhor opção para os fumadores.

Também derivado da ausência de combustão, o IQOS mancha menos os dentes [2].

O IQOS é seguro?

O IQOS não é um produto isento de riscos, uma vez que utiliza sticks de tabaco que contêm nicotina, uma substância que causa dependência, apesar da toxicidade do seu aerossol ser menor quando comparado ao fumo dos cigarros. Alguns dos estudos acima mencionados vão ainda mais longe ao considerarem que a redução de constituintes tóxicos no aerossol é passível de representar menor risco de nocividade do tabaco aquecido em relação aos cigarros [3].

Com base na evidência científica disponível que considera que o IQOS produz 95% menos químicos nocivos quando comparado com os cigarros [4], mudar completamente dos cigarros para o IQOS apresenta menor risco de nocividade apresenta menor risco de nocividade comparado com os riscos de continuar a fumar cigarros.

No entanto, importa sublinhar que o IQOS não é um produto para não-fumadores nem um meio para abandonar o consumo de tabaco e nicotina, mas apenas uma melhor alternativa para os fumadores adultos que, de outra forma, continuariam a fumar. A melhor opção para a saúde é não iniciar, e para quem o fez, abandonar completamente o consumo de produtos de tabaco e/ou nicotina.

Deixar de fumar, a melhor opção. IQOS, a melhor alternativa

Se é um fumador adulto preocupado com a sua saúde, deixar de fumar é sempre a sua melhor opção. Mas há fumadores que querem continuar a consumir produtos com tabaco e/ou nicotina. Assim como evidenciado à data pelos estudos independentes referidos neste artigo, entre outros, o IQOS é uma alternativa melhor do que continuar a fumar cigarros.

 

[1] Não significa necessariamente uma redução de risco em 95%. O IQOS não é um produto isento de risco. Refere-se à média das reduções nas concentrações de uma ampla gama de substâncias químicas nocivas (excluindo nicotina) comparadas com as que se encontram no fumo de um cigarro de referência (3R4F).

[2] https://www.pmiscience.com/discover/research/Platform-1-aerosol-stains-teeth-less-than-cigarette-smoke

[3] Instituto Nacional de Saúde Pública e Meio Ambiente dos Países Baixos, 2018, https://www.rivm.nl/zoeken?search=IQOS

[4] Não significa necessariamente uma redução de risco em 95%. O IQOS não é um produto isento de risco. Refere-se à média das reduções nas concentrações de uma ampla gama de substâncias químicas nocivas (excluindo nicotina) comparadas com as que se encontram no fumo de um cigarro de referência (3R4F).

Este website possui informações sobre um produto que contém tabaco e é reservado a fumadores adultos, com mais de 18 anos, residentes em Portugal.
Tem mais de 18 anos?
Tem de ser maior de 18 anos para aceder a este website.